Direitos dos consumidores intervenção na reunião plenária do cese de 16 de julho de 2009

Autor:Jorge Pegado Liz
RESUMO

Sr. Presidente Permita-me que, por uma vez, não seja politicamente correcto Eu, como muitos outros, fui dos que depositaram grandes esperanças na

 
TRECHO GRÁTIS

Sra. Comissária Kuneva e disse-lho pessoalmente. Hoje sinto-me traído! Porque esta proposta é uma verdadeira traição aos consumidores. Poderia tratar-se da mais importante iniciativa da comissão no domínio dos direitos dos consumidores no dealbar do século XXI. Em vez disso, de um ponto de vista técnico jurídico, esta proposta é um autêntico chorrilho de asneiras, misturando o que não pode ser misturado num emaranhado de todo incompreensível de conceitos confusos e errados. E, mais grave, de um ponto de vista político é um autêntico logro, uma farsa. Uma vergonha! Se fosse aprovada tal como se apresenta e espero bem que isso nunca aconteça representaria um retrocesso de décadas na defesa dos consumidores e daria uma machada na confiança dos consumidores, que se mostra totalmente incapaz de ganhar para a realização do mercado interno. O único parecer que eu votaria sem hesitações era aquele que, liminarmente, recomendasse a retirada pura e simples desta...

Para continuar a ler

PEÇA SUA AVALIAÇÃO