Nulidades no processo de contra-ordenação tributário

Autor:Helder Martins Leitão
Cargo do Autor:Advogado
Páginas:53-58
RESUMO

Caem os anos, altera-se a legislação, mas perdura o vulto gigante das letras jurídicas lusitanas: Manuel Andrade.

 
TRECHO GRÁTIS
Caem os anos, altera-se a legislação, mas perdura o vulto gigante das letras jurídicas lusitanas: Manuel Andrade. É deste autor, precisamente, o conceito de nulidade que carreamos para aqui: qualquer desvio de formalismo processual seguido em relação ao formalismo processual prescrito na lei e a que esta faça corresponder - embora não de modo expresso - uma invalidação mais ou menos extensa de actos processuais. As nulidades podem consistir na prática de um acto que a lei não admite, porque o proibe expressamente ou porque repugna ao espírito processual vigente, na omissão de um acto prescrito na lei, v.g., a citação do executado ou a notificação do arguido, ou na prática de um acto legalmente permitido ou prescrito, mas sem as formalidades legais. Como podem ser? [ GRÁFICO EM ARQUIVO ADJUNTO ] Interessa-nos, a nosoutros, sobretudo as nulidades no processo de contra-ordenação tributária. As quais se encontram taxativamente enumeradas no art. 63.º do Regime Geral das Infracções Tributárias e a saber: a) Levantamento do auto de notícia por funcionário incompetente b) Falta de assinatura do autuante e de menção de algum elemento essencial da infracção c) Falta de notificação do despacho para audição e apresentação de defesa d) Falta dos requisitos legais da decisão de aplicação das coimas, incluindo a notificação ao arguido São todas insanáveis, insupríveis ou absolutas, podendo ser reclamadas por qualquer interessado, ou conhecidas oficiosamente. A todo o tempo? Parece que sim, com um "mas", no entanto: o meio competente e idóneo para arguir a nulidade sancionada por aresto judicial é o recurso. 92 Vamos por partes, que o mesmo é dizer, apreciar uma a uma as alíneas supra visionadas: * A nulidade proveniente do levantamento de auto de notícia por funcionário incompetente, desenha-se tão-somente adentro da incompetência funcional ou em razão da categoria daquele, não outras, 93 estas sanáveis. Não será de mais repetir: sem prejuízo do disposto em lei especial, são competentes para o levantamento de auto de notícia, em caso de contra-ordenação tributária, além dos órgãos de polícia criminal com competência para fiscalização tributária, as seguintes entidades: - Director-geral e subdirectores-gerais da Direcção-Geral dos Impostos e da Direcção-Geral das Alfândegas e dos Impostos Especiais sobre o Consumo; - Directores de serviços da Direcção-Geral dos Impostos e da Direcção-Geral das Alfândegas e dos Impostos...

Para continuar a ler

PEÇA SUA AVALIAÇÃO